domingo, 16 de novembro de 2014

Acontece amanhã:


  


Não deixe de se inscrever no IV Seminário LiteraSampa!

No dia 02 de Dezembro a partir das 13:30h será realizado o IV Seminário LiteraSampa "DE PROJETO LITERÁRIO A AÇÃO POLÍTICA" . Para fazer sua inscrição basta acessar o link: 
https://docs.google.com/forms/d/19imOqac_wTmrsqEp22oB4LDW3OP6_mUOzHvcWwp81LM/viewform?c=0&w=1 ou enviar um e-mail para: literasampa@gmail.com

NÃO PERCA ESSE EVENTO!



Em breve mais informações sobre a programação.

quinta-feira, 13 de novembro de 2014


Um passarinho pediu a meu irmão para ser sua árvore.

Meu irmão aceitou de ser a árvore daquele passarinho.

No estágio de ser essa árvore, meu irmão aprendeu de

sol, de céu e de lua mais do que na escola.

No estágio de ser árvore meu irmão aprendeu para santo

mais do que os padres lhes ensinavam no internato.

Aprendeu com a natureza o perfume de Deus

seu olho no estágio de ser árvore aprendeu melhor o azul

E descobriu que uma casa vazia de cigarra esquecida

no tronco das árvores só serve pra poesia.

No estágio de ser árvore meu irmão descobriu que as árvores são vaidosas.

Que justamente aquela árvore na qual meu irmão se transformara,

envaidecia-se quando era nomeada para o entardecer dos pássaros

e tinha ciúmes da brancura que os lírios deixavam nos brejos.

Meu irmão agradecia a Deus aquela permanência em árvore

porque fez amizade com muitas borboletas."




Homem-menino-pássaro este é o nosso querido Manoel de Barros, que hoje alça vôo como pássaro e vai abrilhantar o céu com sua inocência de criança, sua sabedoria de homem e sua alma de natureza e nos iluminar com sua linda poesia.
Palavras profundas, que nos faz ficar com um enorme ponto de interrogação na cabeça quando lemos, mas que nos transporta para um lugar mágico e lindo.
Como fotografar o silêncio, como pegar o olhar do pássaro, como ser completo de vazios...
Hoje morre nosso eterno menino-pássaro, aos 97 anos e nos deixa seu legado poético em uma busca de nos tornar mais humanos.

Salve Manoel de Barros!!!

 Tentei descobrir na alma alguma coisa mais profunda do que não saber nada sobre as coisas profundas.Consegui não descobrir. (Manoel de Barros)


 


"Guarda num velho baú seus instrumentos de trabalho
1 abridor de amanhecer
1 prego que farfalha
1 encolhedor de rios -e
1 esticador de horizontes"









LiteraSampa no Museu Afro

Aconteceu no Museu Afro, no sábado dia 08/11 os eventos LiteraSampAfro e Leitores Urbanos que contou com a participação do escritor e artista plástico Marcelo D'Salete.
Marcelo falou sobre seus livros, principalmente a sua nova obra "Cumbe", suas inspirações e inquietações e levou os participantes a refletirem sobre diversas questões.